Home / Mulher / Biquíni completa 70 anos
05 jul.2016

Biquíni completa 70 anos

Dos mais comportados, na década de 1940, passando pela ousadia do asa-delta nos anos 1980 até os atuais, peça foi sinônimo de revolução.

Lá se vão 70 anos desde que o primeiro biquíni foi apresentado e causou escândalo no mundo inteiro. Era 5 de julho de 1946 quando um desfile à beira de uma piscina em Paris mostrou o traje de duas peças e deixou os mais conservadores de cabelo em pé.

Mas foi impossível impedir que a moda lançada pelo estilista francês Louis Reard – que para criar o nome se inspirou no Atol de Bikini, no Pacífico Sul, onde os americanos tinham feito testes nucleares dias antes – conquistasse as mulheres de todos os continentes.

Desde a sua criação até os tempos de hoje, o biquíni passou por uma revolução, seja no seu tamanho como nas formas de usá-lo. Atualmente, a moda praia é bem mais democrática, com biquínis para todos os gostos.

Quando o biquíni foi lançado, é claro, a história era bem diferente. Os modelos, que hoje parecem tão comportados, na época causaram euforia. Nos anos 1950, as atrizes de cinema e pin-ups eram as inspirações. Brigitte Bardot provocou frenesi com o biquíni cheio de babadinhos no filme “E Deus Criou a Mulher”.

Na década de 1960, o look usado pela atriz Ursula Andress no filme “007 Contra o Satânico Dr. No” inspirou mulheres no mundo inteiro. Nesta época também surgiu o engana-mamãe, que de frente parecia um maiô e, visto de trás, um biquíni.

Nos anos 1970 foram a vez das tangas e lacinhos invadirem as praias brasileiras. Tudo de crochê, claro! Na década seguinte, o must have foi o asa-delta, que mais tarde se adaptou à modelagem dos sunquinis, hit dos anos 1990.

O novo século trouxe releituras de todas as décadas e, de fato, fez o traje superdemocrático. Os biquínis de lacinho seguem reinando nas praias do Brasil, mas há também espaço para muita hot pant e até para tops no lugar dos tão aclamados sutiãs no estilo cortininha.

E para você, que vive em uma cidade litorânea ou vai aproveitar as férias na praia, a Passarela tem diversas opções de cores e modelos de biquíni! Confira:

biquini

Fonte: Ego.globo.com

Imagens: Passarela.com

2 Comentários

  1. Passarela, frete grátis pra o sul e sudeste é normal vocês oferecerem… mas agora estou vendo que o frete é R$1,99 (de novo!) pra o sul e sudeste!!!! Por favor, moro na região Nordeste e fico impossibilitada de comprar devido o frete não ser grátis em tempo algum!!!! Faz um carinhozinho pra os nordestino, por favor!!!!

    • Passarela disse:

      Olá Adriano! Tudo bem?
      Encaminhei o seu pedido ao departamento responsável e com certeza será criado algo específico para o Nordeste! Aguarde e não deixe de conferir nosso site!
      Abraço!