Home / Mulher / A história das calças femininas
A História das Calças Femininas
16 abr.2020

A história das calças femininas

Uma das maiores peças chaves do guarda-roupa feminino é a calça. De diversos tipos, modelos, estilos e tecidos as calças são coringas para qualquer estação e completam desde looks casuais até os mais formais.

Porém, as calças demoraram um tempinho para entrarem no mundo da moda feminina e iremos contar um pouco da trajetória dessa peça até os dias atuais, confira!

Calças Femininas: Símbolo de poder

O primeiro contato da moda feminina com a calça foi quando o designer Paul Poiret deu fim ao uso dos espartilhos depois disso, o primeiro modelo criado foi em 1909 com um design mais leve e largo de calças para mulheres, que na verdade era uma calça pantalona. Mesmo com esta criação, esta época foi muito marcada pelo uso de saias rodadas e os longos vestidos luxuosos, a calça teve de ganhar o seu espaço e isso ocorreu graças à 1ª Guerra Mundial, em 1914, onde os homens precisaram ir aos campos de batalha e deixaram as mulheres responsáveis pela casa e pelo trabalho.

Com essa necessidade as mulheres também precisavam de uma roupa confortável, uma vez que os longos vestidos e saias não eram uma boa opção para o trabalho. A estilista Coco Chanel foi uma das primeiras a usar a calça. Com um modelo largo, solto no corpo e modelagem confortável, Chanel deu início para a popularização das calças femininas.

Estilista Coco Chanel

A Evolução no mundo da moda

A calça feminina foi ganhando um grande espaço no mundo da moda feminino. Um dos pontos marcantes nessa história foi quando a atriz Marlene Dietrich apareceu em uma cena do filme “Morocco” vestindo calças e um paletó, chamando a atenção no universo do cinema.

Com o ápice da Segunda Guerra Mundial, logo em 1939, as mulheres pegaram pesado no trabalho e a calça se tornou peça necessária no uniforme. Com o fim do período de Guerra, as mulheres estavam buscando novidades para o modo de vida e logo foram se espelhar no estilo de grandes atrizes dos filmes da época. Audrey foi um dos ícones da moda feminina neste período e com seu visual elegante e clássico, e trouxe às telas um modelo de calça capri mais justa no figurino do filme “Sabrina”, no ano de 1954.

Marlene Dietrich Com calça capri

Com o aumento da globalização e da disseminação de informações os modelos das calças foram se adaptando conforme diversos estilos que iam surgindo, principalmente entre os jovens. Quem não se lembra das calças usadas pelos hippies com a boca de sino – onde hoje em dia é conhecido como a famosa calça flare, que marcaram o estilo boho? Assim as calças foram ganhando muito espaço e se colocando no posto de queridinhas da moda feminina.

Já nos anos 80, os modelos começaram a ganhar modelagens mais modernas e que saiam do estilo comum e reto das peças. A calça no estilo Clochard, amarrada na cintura e com a canela à mostra, foi um desses novos modelos.

Já em 2000, o “reinado” das calças foi forte e continua até hoje como uma das maiores opções do dia a dia das mulheres: a calça jeans feminina. A calça jeans caiu no gosto da juventude, deixando de lado o estigma de roupa de trabalho para tornar-se um item de moda, representando a rebeldia dos mais jovens. As mocinhas dos Anos Dourados começaram a circular com jeans, meias soquete e rabo de cavalo. A primeira calça jeans feminina tinha sido lançada em 1934 pela famosa marca Levi´s.

Atualmente, não imaginamos nosso guarda-roupa sem calças compridas, em especial jeans.

No site da Passarela você encontra esses e outros modelos de calça feminina. Não perca mais tempo e escolha a peça que mais combina com você!

4 Comentários

  1. Keryn disse:

    1914 é a primeira guerra, não a segunda.

  2. Vivian disse:

    Olá! Adorei a matéria. Qual a fonte vc pesquisou? Obrigada.